Ajude o Peli a botar gasolina no seu carro!

quarta-feira, fevereiro 24, 2010

Por que NÃO passar o carnaval no Rio de Janeiro?



A falta de planejamento me deixou sem opção neste carnaval. Resultado: fui parar na minha cidade natal: Rio.
Chegando no aeroporto me deparo com a seguinte sequencia de fatos memoráveis:
um senhor fazendo apostas para o jogo do bicho. DENTRO DO SAGUÃO DO AEROPORTO "BORBOLETATREZE!". Sigo em frente.

Um taxista encostado na mureta com o cigarro na boca e um palito cutucando a orelha. Pergunto se ele está livre. Depois de receber um olhar de "não tá vendo que eu tô tirando cera do ouvido?" ele concorda em fazer a corrida.
-"Pra São Conrado" disse o meu marido.
-São 60 reais.
-Não, moço... eu quero ir no taxímetro mesmo, ele defendeu.
-Olha, eu só tô fazendo corrida fechada. É carnaval. PONTO.

Tentamos procurar outro taxi, mas todos pelo visto estavam compactuando com o sistema de cobrança.

No meio da avenida Presidente Vargas (único caminho, já que a Orla TODA estava fechada com blocos de rua), o nosso querido motorista fala:

-A cidade tá "meio" violenta essa época do ano... Semana passada mesmo! Eu tava passando no "pé" do morro dos Prazeres e os bandidos jogaram um cadáver dentro do meu carro! Aí mesmo onde a senhora tá sentada! Mandaram eu levar pro hospital! E o morto com a cabeça cheia de tiro, se estribuchando todo, igual uma galinha! Sujou meu carro todo e depois ainda tive que passar 11 dias em cana pra provar que eu num tinha nada a ver com a morte.

Cheguei finalmente em casa, tomei um banho pra tirar os possíveis restos de cérebro do outro "passageiro" .

No dia seguinte resolvo ir a praia levando minha filha, de 1 ano e meio. Quando chego na praia sou interrompida na minha caminhada até a areia por 5 caras diferentes com os braços abertos em forma de avião falando "VOO LI-VRE!" gritando, afinal todo gringo é surdo.

Chego finalmente a areia.

Me deparo com uma riqueza de, digamos, objetos inusitados:
-Uma fralda
-Uma garrafa PET de Doly Guaraná
-Dezenas de sacos de salgadinho Torcida
-Maço de cigarro e suas bitucas
-Negona fazendo clareamento em TODOS os pelos do corpo.

Pensei: "Caramba. Mas o César Maia mora aqui. O Boninho e o Boni pai.  O Gilberto Gil. TODOMUNDO! Como é que isso tá assim? "

Bom. Vamos pra água esfriar a cabeça.

Não dá. A água está marrom devido a uma lingua negra de esgoto. O cocô chic também polui, sabia amigos da high?

A tarde tento ir ao salão de beleza.

Não tem NENHUM aberto na cidade!

Mas é 2a feira! Mas não importa. Ninguém trabalha no carnaval.

Mas a cidade está cheia de turistas!

Já falei. Ninguém trabalha no carnaval. Não é hora de pensar em dinheiro. É hora de pensar em putaria.

Tentei ir ao supermercado e fui tratada da pior forma possível pela moça do caixa. Ela poderia estar no bloquinho mijando na rua, mas tem que trabalhar porque pessoas escrotas como eu querem comprar as coisas em pleno carnaval. Ah! Sem contar a coisa mais obvia que ninguém acha estranho: coroas fazendo compras de SUNGA!

Conversei com uma amiga sobre o quanto estava achando a cidade abandonada e mal cuidada. Ela defendeu:
- Mas o Eike Batista ta fazendo muita coisa.

Acontece que o Rio está precisando de uns 20 Eikes pra resolver as coisas por lá.

Os outros dias foram derivações disso.
Bloquinho? Sem chances! Gente feia, suada e mijando no meu pé é o tipo de programa que eu não me submeteria por livre e espontânea vontade.

Resultado: Consegui ir eventualmente à piscina, à praia na Barra longe da muvuca, ao fashion mall e a lugares bem turisticos como o restaurante aprazível.

Me pergunto: E a copa? E as olimpíadas? Socorro! A única certeza é que não estarei lá.
Depois ainda vem o povo me perguntar se eu me adaptei a vida em São Paulo e se eu não morro de saudades da rotina carioca.

Deborah é colunista do Blog, carioca e radicada em São Paulo.

9 comentários:

Dona Lele disse...

Nenhuma saudade do Rio,só dos amigos que deixei lá, mas que podem muito bem vir me visitar aqui

Anônimo disse...

Pourra Pelife! Post mais escroto q vc ja escreveu. Parece uma mulher frigida e recalcada com a vida. Vai fazer um sexo meu filho!
Xoxo,
Maria Bethania

Anônimo disse...

AHAHAHAHAAH
Boa, Pelife!!! Irônico mesmo... Lendo reclamações do RJ e no final qdo vc vai ver... é 1 pessoa que tá em SÃO PAULO!!! Se vc acha q tá ruim, pode piorar!!! HAHAHAHA

Anônimo disse...

achei todas as reclamacoes razoaveis. Mas a Deborah esqueceu que nenhum salão abre segunda feira, indepedente de carnaval, domingo e segunda é o sabado e domingo deles.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Sem contar que metade disso parece ter sido inventado.

Tipo o taxista ter ficado 11 dias em cana hahahahaha

Anônimo disse...

Não, isso infelizmente é exatamente o Rio de Janeiro!

Anônimo disse...

Aguardando fotos de Deborah... ;)

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.